Responsabilidade corporativa da Jerónimo Martins: discurso que gera imagem empresarial positiva

Autores/as

  • Marta Cardoso de Andrade Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.12795/Ambitos.2019.i44.06

Palabras clave:

Análise do Discurso, Responsabilidade Corporativa, Imagem Empresarial, Ethos, Relatório.

Resumen

Este artigo visa estudar a imagem empresarial construída discursivamente a partir da apresentação das ações de Responsabilidade Corporativa (RC) de um dos maiores grupos portugueses, a empresa multinacional, o Jerónimo Martins. A RC se constitui componente importante para a perpetuação dos negócios implementados nas organizações atualmente, como igualmente na valorização do capital reputacional. Para tanto, estudou-se o ethos organizacional (formado a partir das escolhas lexicais, como também via escolha dos argumentos disposto nas produções textuais selecionadas), uma vez que esse elemento retórico termina por representar a estruturação da imagem corporativa num discurso. Desta forma, buscou-se a explicitação desse elemento nos textos publicados no primeiro capítulo de um documento da Comunicação Dirigida (CD) existente no referido Grupo, a saber: o Relatório de Responsabilidade Corporativa 2016. Visando a realização deste trabalho, foi utilizado como aporte teórico os pressupostos da citada Responsabilidade, da Comunicação Organizacional (com foco na CD) e da Análise do Discurso de linha francesa, sendo que esta última também se constitui a metodologia seguida para a feitura da pesquisa. Para se empreender este estudo, foram realizados dois tipos de análises: a dos dados linguísticos e a dos argumentos usados nas produções textuais examinadas. Como resultado, obteve-se a mencionada imagem, bem como se observou que essa se edificou de forma positiva através da construção do ethos oriundo do discurso da RC.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Métricas

Cargando métricas ...

Biografía del autor/a

Marta Cardoso de Andrade, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Chefe de Departamento de Imprensa e Informação

Professor Adjunto

Citas

Almeida, A. L. C. (2009). Identidade, imagem e reputação organizacional. In: Kunch, M. M. K. (Org.) (2009). Comunicação Organizacional: linguagem, gestão e perspectivas. v. 2. São Paulo: Saraiva.

Andrade, M. C. de (2018). Imagem empresarial construída discursivamente pelo Grupo Jerónimo Martins a partir de suas ações de Responsabilidade Corporativa. In: Atas CIAIQ 2018. v. 3. Fortaleza: CIAIQ, pp.7-16.

Aristóteles ([V a.C.] 1998). Retórica. Tradução de M. Alexandre Júnior et al. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda.

Benveniste, É. (1995). Problemas de linguística geral I. 4. ed. Tradução de M. G. Novak e M. L. Neri. Campinas, SP: Pontes.

Benveniste, É. (1989). Problemas de linguística geral II. Tradução de E. Guimarães et al. Campinas, SP: Pontes. pp. 75-76.

Breton, P. (1999). A argumentação na comunicação. Tradução de V. Ribeiro. Bauru, SP: EDUSC.

Dantas, E. B. Imagem organizacional e imagem de marca. In: Félix, J. B., & Borda, G. Z. (Orgs.) (2009). Gestão da Comunicação e Responsabilidade Socioambiental: uma nova visão de Marketing e Comunicação para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atlas. pp. 51-94.

Duarte, S. O. (2008). Informação S/A: o valor da comunicação para companhias abertas e para investidores. São Paulo: Saraiva.

Ducrot, O. O dizer e o dito (1987). Revisão técnica e tradução de E. Guimarães. Campinas, SP: Pontes.

Fiorin, J. L. (2002). As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, espaço e tempo. 2. ed. São Paulo: Ática.

Jerónimo Martins (2016). Relatório de Responsabilidade Corporativa 2016. Retrieved 12 January, 2018, from https://www.jeronimomartins.com/wp-content/uploads/files%20%20 download/RESP.%20CORPORATIVA/RELATORIOS%20DE%20RESPONSABILIDADE/PT/relatorio-de-responsabilidade-corporativa-2016-pt.pdf

Kerbrat-Orecchioni, C. (1993). La enunciación: de la subjetividade en el language. 2. ed. Tradução de G. Ânfora e E. Gregores. Buenos Aires: Edicial.

Machado Filho, C. A. P. & Zylbersztajn, D. (2004). Capital reputacional e responsabilidade social: considerações teóricas. Caderno de Pesquisas em Administração. São Paulo, v. 11, n. 2, pp. 87-98, abril/jun.

Machado Filho, C. A. P. (2002). Responsabilidade social corporativa e a criação de valor para as organizações: um estudo multicasos. 204 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. São Paulo: FEA/USP.

Meyer, M., Carrilho, M. M., & Timmermans, B. (2002). História da Retórica. Lisboa: Temas e Debates.

Mussalim, F. (2001). Análise do discurso. In: Mussalim, F.; Bentes, A. C. (Org.) (2001). Introdução à lingüística: domínio e fronteira. v. 2. São Paulo: Cortez. pp. 101-142.

Naves, R. Responsabilidade social, sustentabilidade e governança corporativa em um contexto ético. In: Kunsch, M. M. K., & Oliveira, I. L. (Orgs.) (2009). A comunicação na gestão da sustentabilidade das organizações. São Caetano do Sul, SP: Difusão. pp. 197-209. (Série Pensamento e Prática, 2).

Oliveira, J. A. P. de. Uma avaliação dos balanços sociais das 500 maiores. RAE-eletrônica, 4 (1), 1-19.

Orlandi, E. P. (2002). Análise do discurso: princípios e procedimentos. 4. ed. Campinas, SP: Pontes.

Perelman, C., & Olbrechts-Tyteca, L. (2002). Tratado da argumentação: a nova retórica. Tradução de M. E. G. G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes.

Ruão, T. (2003). As marcas e o valor da imagem: a dimensão simbolica das actividades ecónomicas. Caleidoscópio, 177-191.

Ruão, T. (2006). Marcas e Identidades. Porto: Campo de Letras.

Sardinha, G. (2009). Sustentabilidade nas organizações. In Félix, J. B., & Borda, G. Z. (Orgs.) (2009). Gestão da Comunicação e Responsabilidade Socioambiental: uma nova visão de Marketing e Comunicação para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atlas. pp. 37-50.

Travassos, J. A. (2012). Responsabilidade Corporativa: institucionalização e ideologia. 2012. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Villafañe, J. (1998). Imagem Positiva. Lisboa: Edições Silabo.

Publicado

2019-04-14

Número

Sección

MONOGRÁFICO