A reflexion on the hate speech in Brazilian social networks
PDF (Español (España))
EPUB (Español (España))
HTML (Español (España))

Keywords

Hate speech
social networks
psychoanalysis Discurso de ódio
redes sociais
psicanálise

How to Cite

Mello e Marques, N. E., & Nobre, T. L. (2021). A reflexion on the hate speech in Brazilian social networks. IROCAMM - International Review Of Communication And Marketing Mix, 1(4), 73–88. Retrieved from https://revistascientificas.us.es/index.php/IROCAMM/article/view/14879

Abstract

This work aimed to identify as psychic manifestations present in the dissemination of the medium of discourses on social networks, as well as to identify as drives that govern this behavior and to define the mechanisms of defenses involved, including the constitution of the identity of individuals and the behavior in group. The methodology used was a qualitative documentary research, based on a sample of hate speech published in the quarantine period in 2020, on the Ministry of Health’s Facebook page. The target audiences for this research were registered on Facebook, literate, with varied education and of both sexes, whose age met the criteria for creating a profile in this network and are therefore over 14 years old. These were analyzed qualitatively from a psychoanalytic perspective, in which the presence of the manifestation of the drive world was found in the messages, as well as the expression of narcissism and the use of defense mechanisms such as denial, projection and rationalization.

PDF (Español (España))
EPUB (Español (España))
HTML (Español (España))

References

Albuquerque, F. E. T. (2014). Mudanças Estruturais na Era Digital: A Plataforma do Facebook e as Diferentes Interações com os Jovens. Artefactum - Revista de estudos em Linguagens e Tecnologia, 9(2). http://artefactum.rafrom.com.br/index.php/artefactum/article/view/434/326

Amaral, A. & Coimbra, M. (2015). Expressões De Ódio Nos Sites De Redes Sociais: O Universo Dos Haters No Caso #Eunãomereçoserestuprada. Contemporânea | comunicação e cultura, 13(1), 294-310. http://dx.doi.org/10.9771/1809-9386contemporanea.v13i2.14010

Câmara dos deputados (2018, 09 de maio). Debatedores defendem cumprimento da legislação para coibir discursos de ódio na internet. Retrieved from: https://bit.ly/3rRV2Yq

Castells, M. & Gerhardt, K. B. (Clb) (2000). A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra.

Charles, S. (2004). O individualismo paradoxal: introdução ao pensamento de Gilles Lipovetsky. In Lipovetsky, G. & Charles, S. Os tempos hipermodernos. São Paulo: Barcarolla.

Debord, G. (2006). A sociedade do espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto.

Dicionário Michaelis (s.f.). Retrieved from: http://michaelis.uol.com.br

Figueiredo, L. C. & Minerbo, M. (2006). Pesquisa em psicanálise: algumas ideias e um exemplo. Journal of psicanálise. 39(70). https://bit.ly/3aWgzZZ.

Freitas, R. S. & Castro, M. F. (2013). Liberdade de expressão e discurso do ódio: um exame sobre as possíveis limitações à liberdade de expressão. Sequência, 66. https://doi.org/10.5007/2177-7055.2013v34n66p327.

Freud, S. (2010). Introdução ao narcisismo: ensaios de metapsicologia e outros textos (1914-1916). São Paulo: Companhia das Letras.

Freud, S. (1996). Psicologia de grupo e análise do ego (1921). Rio de Janeiro: Imago.

Freud, S. (2011). O eu e o id, “autobiografia” e outros textos (1923-1925). São Paulo: Companhia das Letras.

Freud, S. (2010). O mal estar na civilização, novas conferências introdutórias à psicanálise e outros textos (1930-1936). São Paulo: Companhia das Letras.

Freud, S. (1996). Esboço de psicanálise (1938). Rio de Janeiro: Imago.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Gomes, E. G. (2017, junho) O símbolo dos olhos através do “paradigma indiciário” de Carlo Ginzburg. Revista Espaço Acadêmico, 193. Retrieved from: https://bit.ly/3aVJU6x

Goulart, E. E. (2014). O docente nas mídias sociais. In Goulart, E. E. Mídias sociais: Uma contribuição de Análise. Retrieved from: https://bit.ly/3o3BXQF

Gonçalves, E. M. & Silva, M. (2014). A amplitude do diálogo nas redes sociais digitais: sentidos em construção. In Goulart, E. E. Mídias sociais: Uma contribuição de Análise. Retrieved from: https://bit.ly/38JyLTO

Hall, S. (2006). A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A.

Hoepfner, S. G. (2014). Apontamentos sobre a questão ético-midiática do discurso de ódio na rede social. Esferas, 4(3). Retrieved from: https://bit.ly/3o2Aavh

Laplanche, J. & Pontalis, J.-B. (1998). Vocabulário de psicanálise. São Paulo: Martins Fontes.

Lemos, A.L.M. (1997). Anjos interativos e retribalização do mundo. Sobre interatividade e interfaces digitais. Retrieved from: https://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/lemos/interativo.pdf

Lévy, P. (2000). Cibercultura. São Paulo: Ed. 34.

Lima, A. S. (2009). Da cultura da mídia à cibercultura: as representações do eu nas tramas do ciberespaço. (Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Goiás) Retrieved from: https://bit.ly/3mWNHTC

Lipovetsky, G. (1983). A era do vazio: ensaio sobre o individualismo contemporâneo. Lisboa: Relógio D’Água.

Lyotard, J.-F. (2000). A condição pós-moderna. Rio de Janeiro, RJ: José Olympio.

Ministério público federal (2016). Discurso de ódio é tema de audiência pública em Porto Alegre. Recuperado de http://www.mpf.mp.br/regiao4/sala-de-imprensa/noticias-r4/discurso-de-odio-e-tema-de-audiencia-publica-em-porto-alegre.

Ministério público federal (2018). A melhor forma de combater os crimes de ódio na internet é a prevenção e a educação, defende MPF. Retrieved from: https://bit.ly/3n6DJyV

Moran, J. (1995, outubro). Novas tecnologias e o reencantamento do mundo. Tecnologia Educacional, 23(126), 24-26. Retrieved from: https://bit.ly/3hDFHGc

Pariser, E. (s.f.). O filtro invisível: O que a internet está escondendo de você. Retrieved from: https://bit.ly/34X0jE9

Perrone, C. M. & Pfitscher, M. A. (2017). Discurso de ódio na internet: pontuações metodológicas. Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 & 13th. Women’s Worlds Congress (Anais Eletrônicos), Retrieved from: https://bit.ly/3rRYx10

Román-San-Miguel, A.; Sánchez-Gey Valenzuela, N. & Elías Zambrano, R. (2020). Fake news during the COVID-19 State of Alarm. Analysis from the political point of view in the Spanish press. Revista Latina de Comunicación Social, 78, 359-391. https://doi.org/10.4185/RLCS-2020-1481

Rothenburg, W. C. & Oliveira, T. (2015). Atuação da PFDC e Propostas para 2015: Discriminação e Discurso de ódio nas redes sociais. IXI Encontro nacional de procuradoras e procuradores dos direitos do cidadão. Retrieved from: https://bit.ly/38Sn3X5

SAFERNET (s.f.-a). Indicadores da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos. Retrieved from: http://indicadores.safernet.org.br/index.html.

SAFERNET (s.f.-b). Anonimato. Retrieved from: https://new.safernet.org.br/content/anonimato

SAFERNET (s.f.-c). Fakes. Retrieved from: https://new.safernet.org.br/content/fakes

SAFERNET (s.f.-d). Institucional. Retrieved from: https://new.safernet.org.br/content/institucional

Santaella, L. (2003, dezembro). Da Cultura das Mídias à Cibercultura: O Advento do Pós-humano. Revista Famecos. Retrieved from: https://bit.ly/3hA2Glh

Santaella, L. (2013). Desafios da ubiquidade para a educação. Revista Ensino Superior Unicamp. Retrieved from: https://bit.ly/2JwqjyA

Santos, M. A. M. (2016). O discurso de ódio em redes sociais. São Paulo: Lura Editorial.

Santos, V.L.C. & Santos, J. E. (2014, dezembro) As Redes Sociais Digitais e sua Influência na Sociedade e Educação Contemporânea. Holos, 6(30). 10.15628/holos.2014.1936

Silva, R. L.; Nichel, A.; Martins, A. C. L. & Borchardt, C.K. (2011). Discursos de Ódio em Redes Sociais: Jurisprudência Brasileira. Revista direito GV, 7(2). https://doi.org/10.1590/S1808-24322011000200004

Thompson, D. (2018). Hit makers: como nascem as tendências. Rio de Janeiro: Harper Collins.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 IROCAMM - International Review Of Communication And Marketing Mix

Downloads

Download data is not yet available.