A festa do Divino Espírito Santo em Santa Cruz de Goiás. Um universo rico de manifestações culturais

Autores/as

  • Liberalina Teodoro de Rezende Universidade Estadual de Goiás, Brasil
  • Sandro Dutra e Silva Centro Universitário de Anápolis (Universidade Estadual de Goiás), Brasil
  • Giovana Galvão Tavares Centro Universitário de Anápolis (UniEvangelica), Brasil
  • María Idelma Vieira D’abadia Universidade Estadual de Goiás, Brasil
  • Abadia de Lourdes da Cunha Centro Universitário de Anápolis (UniEvangelica), Brasil

Palabras clave:

História Cultural, Festejos do Divino, Patrimônio Cultural Imaterial, Tradição e Devoção Popular. Cultural History of the Divine Festivities, Intangible Cultural Heritage, Tradition and Popular Devotion.

Resumen

Este trabalho visa analisar o patrimônio cultural imaterial da cidade de Santa Cruz de Goiás, Centro-Oeste brasileiro, por meio da reflexão quanto às práticas sociais vivenciadas pelos membros dessa comunidade durante as celebrações das festividades do Divino Espírito Santo. Buscamos nos fundamentar nos pressupostos teórico-metodológicos da História Cultural, na medida em que nos possibilita descrever como vivências cotidianas aliadas a sensibilidades das manifestações populares tradicionais. Utilizamos, ainda, a técnica de pesquisa qualitativa do Grupo Focal e da Observação Participante para ampliar informações, conhecer e compreender atitudes, percepções, opiniões e comportamentos relativos aos festejos do Divino Espírito Santo de Santa Cruz. This study aims to analyze the intangible cultural heritage of the city of Santa Cruz de Goiás, Brazilian Midwest, through reflection about the social practices experienced by members of the community during the celebrations of the festivities of the Holy Spirit. We seek to support the theoretical and methodological assumptions of Cultural History, in that it enables us to describe how everyday experiences combined with sensitivities of traditional demonstrations. We use also the qualitative research technique of focus groups and participant observation to enlarge information, know and understand attitudes, perceptions, opinions and behaviors related to these celebration.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Referencias ALVES, J. R. (1983): As Cavalhadas de Santa Cruz de Goiás. Santa Cruz de Goiás-GO: Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Goiás.

BONETTI, M. C. de F. (2004): Contra-Dança: Ritual e Festa de Um Povo. Dissertação de Mestrado em Ciência da Religião, Universidade Católica de Goiás. Departamento de Filosofia e Teologia, Goiânia.

BOURDIEU, P. (2001): O Poder Simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

BRANDÃO, A. P. (2008): Dicionário Memória das Palavras. Goiânia: Funarte.

BRANDÃO, C. R. (1976): O divino, o santo e a senhora. Rio de Janeiro: Funarte.

D’ABADIA, M. I. (2014). Diversidade e Identidade Religiosa: uma leitura espacial dos padroeiros e seus festejos em Muquém, Abadiânia e Trindade – GO. Jundiaí-SP: Paco Editorial.

DEL PRIORE, M. L. (2000): Festas e utopias no Brasil colonial. São Paulo: Brasiliense.

DIAS, R. (2006): Turismo e Patrimônio Cultural – recursos que acompanham o crescimento das idades. São Paulo: Saraiva.

GARCIA, RWD. (Orgs). (2005): Antropologia e Nutrição: um diálogo possível. [Online] Rio de Janeiro: FIOCRUZ. <http://books.Scielo.org>

GEERTZ, C. O beliscão do destino: a religião como experiência, sentido, identidade e poder. En GEERTZ, C. (2001): Luz sobre a antropologia. Rio de Janeiro: Zahar. pp. 149-165.

GINZBURG, C. (1991): A Micro-História e outros ensaios. Lisboa: DIFEL.

SILVA, M. M.; DEUS, M. do S. (2002): História das Festas e Religiosidades em Goiás. Goiânia: Agepel/UEG.

Número

Sección

MONOGRÁFICO