Em busca de um tema esquecido: o lugar da educação nas recentes interpretações do Brasil

Marcos Cezar de Freitas, Luciano Mendes de Faria Filho

Resumen



Este texto se propõe a analisar o lugar reservado à educação nas
contemporâneas interpretações do Brasil. Para isso, escolhemos um conjunto de
obras publicadas a partir do final do século XX, ocasião em que se avolumava
as comemorações/discussões sobre os 500 anos do "descobrimento", até o ano
de 2015, quando se instalou a crise que, como vimos, resultou no golpe civil
parlamentar que destituiu a Presidenta eleita, Dilma Roussef, da Presidência da
República. O artigo defende que, se, ao longo do século XX, o acesso à educação
foi panaceia para todos os males da nação, no século XXI, interpretar o Brasil
tornou-se um exercício que permite abordar a permanência de quem chegou à
escola, ampliando o foco do acesso para a inclusão, procurando entender, mais
do que a transposição de limites, a aproximação, o fazer juntos que a quase
universalização da escola básica possibilita. Mas também impõe entender as
distâncias atualizadas e ampliadas entre a casa grande e a escola pública, no
cultivo dos privilégios de classe e de raça de longeva tradição no Brasil.

Palabras clave


Intérpretes do Brasil; Intelectuais; Escola Pública

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


ISSN de la edición impresa: 1575-6823

ISSN digital: 2340-2199

Depósito legal: SE 235-2015

Estadisticas anuales