Visões de brasileiros sobre a América Latina: do isolamento à integração

Autores/as

  • Regina Crespo

Palabras clave:

história intelectual, pensamento latino-americano, identidade nacional e latino-americana, teoria da dependência, globalização, modernidade

Resumen

A distância político-cultural que ainda prevalece entre o Brasil e os países hispano-americanos vem sendo paulatinamente diminuída no plano político, principalmente com a formação de blocos regionais e acordos de cooperação. No plano específico do pensamento social, esta distância também se mantém, mas é possível observar que os intelectuais latino-americanos têm compartilhado historicamente a preocupação em refletir sobre temas continentais e em definir um lugar para a América Latina no contexto mundial. No início, havia pouca vinculação entre os brasileiros e seus pares hispano-americanos. Nos anos cinqüenta, porém, com o movimento cepalino, e nos setenta, com a teoria da dependência, iniciou-se um intercambio maior. A partir de fianis dos anos oitenta, a inserção da América Latina no mundo globalizado e a relação entre cultura e modernidade no subcontiente foram temas que estimularam o diálogo entre intelectuais brasileiros e hispano-americanos, como Renato Ortiz, Octavio Ianni e Martín-Barbero, analisados neste ensaio.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Métricas

Cargando métricas ...

Biografía del autor/a

Regina Crespo

Centro Coordinador y Difusor de Estudios Latinoamericanos - UNAM

Descargas

Publicado

2006-04-01

Número

Sección

Las ideas. Su política y su historia